Já experimentou fruta desidratada?

Bem-Estar

Não podemos chamar-lhe exatamente uma moda, mas a fruta desidratada é, talvez, a última tendência da alimentação saudável – por ser prática de comer, transportar (levar para o trabalho ou como snack em qualquer lado) e por ser efetivamente “boa” para o organismo.

A fruta desidratada, quando seca ao natural e sem adição de açúcar, mantém as mesmas propriedades de uma peça de fruta normal – à exceção da quantidade de água, naturalmente – e consegue equiparar a quantidade de vitaminas e minerais da peça de fruta fresca.

A fruta desidratada é rica em vitaminas, fibra, magnésio e antioxidantes e tem propriedades anti-inflamatórias, o que lhe permite ser benéfica para uma série de doenças. Contrariamente ao que se possa pensar, alguns estudos têm demonstrado que a fruta seca ou desidratada é benéfica para diabéticos por ter um índice glicémico médio-baixo, não causando risco de picos de açúcar no sangue. Mas o melhor neste caso será sempre aconselhar-se com um profissional de saúde, se eventualmente sofrer deste problema!

A ideia a reter é simples: experimente a fruta desidratada como snack – será sempre mais saudável do que o açúcar refinado de um bolo ou a fritura de um salgado porque se trata de fruta! – mas coma-a em quantidades equilibradas para tirar máximo partido dos seus nutrientes, já que as calorias, a frutose (açúcar) nomeadamente, estão lá na mesma!

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *